VIDA NO ALASCA 9 – Encontrei uma BALEIA morta

Uma baleia Jubarte morreu de causas naturais e seu corpo foi jogado pelo mar em uma área de difícil acesso na costa de Anchorage. Claro que preferia ter visto esse gigante com vida, em alto mar, mas mesmo assim confesso que foi interessante e estranho vivenciar esse momento. Olhar esse animal desse jeito, sob esse aspecto me fez refletir sobre um monte de coisas. Prestes a publicar meu primeiro livro, lembrei que o comecei justamente falando sobre vida e morte. Vida é o que nos move e morte é do que fugimos o tempo todo e mesmo que fujamos, um dia todos vamos ter que lidar com ela. Pra encarar a vida, é preciso saber que a morte está ali, a espreita e só conseguimos entende-la e desfrutarmos dela, se tivermos coragem de encara-la.

VIDA NO ALASCA 4 – Sou Mochileiro

Nem só de viagens vive um mochileiro. Muitos acham que sou rico, filhinho de papai ou patrocinado. Infelizmente nada disso. Vocês não sabem o tanto que trabalho para continuar explorando o mundo. Na Irlanda trabalhei durante muito tempo como camareiro de hotel, lavador de pratos, garçom… e acredite é possível sim VIAJAR MUITO se você tem foco e disposição para trabalhar. Já visitei 54 países e centenas de cidades, sempre viajando barato e economizando ao máximo.